Home » Paulistana » Paulistana: TCE aprova contas da gestão do prefeito Didiu

Paulistana: TCE aprova contas da gestão do prefeito Didiu

14:13

Hoje (29/03/2016) como está previsto, houve o julgamento das contas da Prefeitura de Paulistana na atual gestão de Didiu. Veja abaixo o resultado em duas versões.

“Estive presente no Tribunal de Contas do Estado (TCE), onde foi julgada e aprovada com ressalvas a prestação de contas do município de Paulistana, referente ao ano de 2013, que tem Didiu como prefeito. O município e seu gestor estão de parabéns!”, publicou o perfil de Rubem Martins no Facebook.

raimunda_didiu_melo_rubens_martinsRubem Matins acompanhou o julgamento

 

O GP1 também divulgou matéria sobre a aprovação das contas da Prefeitura de Paulistana – PI:

TCE aprova com ressalvas prestação de contas do prefeito Didiu

O julgamento aconteceu na manhã desta terça-feira (29).

PRISCILA CALDAS, DO GP1

Nesta terça-feira (29), o Tribunal de Contas do Estado aprovou, por unanimidade e com ressalvas, a prestação de contas do Prefeito de Paulistana, Gilberto José de Melo, mais conhecido por “Didiu”, referentes ao exercício de 2013.

Os auditores da Diretoria de Fiscalização da Administração Municipal (DFAM), em relatório inicial, haviam listado diversas irregularidades após apuração das contas da Prefeitura, tais como: ausência de licitação obrigatória (art. 37, XXI da Constituição Federal/88) na aquisição de 02 ônibus – R$ 429.760,00; aquisição de 04 ônibus – R$ 528.000,00; aquisição de computadores – R$ 58.400,00; aquisição de ônibus – R$ 318.000,00; aquisição de veículo modelo S-10 – R$ 121.900,00 e Serviços de execução de unidades habitacionais – R$ 60.666,99.

Imagem: Divulgaçãoprefeito-didiu-353242Prefeito Didiu

A Corte decidiu então não seguir o Ministério Público de Contas que opinou pela emissão de parecer prévio de reprovação às contas de governo do município de Paulistana e pelo julgamento de irregularidade às contas da Prefeitura.

Na segunda-feira (28), Didiu relatou ao GP1 que não havia irregularidades no Governo dele. Segundo o gestor, ele estava tranquilo, inclusive stava no Pará, e o que aconteceu foi que o contador perdeu o prazo dado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) para a apresentação dessas contas. “Eu estou dando uma contribuição tão grande para a cidade de Paulistana”, declarou.

 

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *