Home » Paulistana » Juiz determina em Paulistana abertura de inquérito que vai apurar cárcere privado, ameaça e agressão por ex-namorado

Juiz determina em Paulistana abertura de inquérito que vai apurar cárcere privado, ameaça e agressão por ex-namorado

31/03/2017 20:16

carcere_privado_violencia_maria da penha_vipsroe193b72f4bc1ad9607e6e4bfed166e59_2Ex-namorada supostamente teria ficado em cárcere privado, sido ameaçada e sido agredida fisicamente pelo ex-namorado. O crime teria sido iniciado em 08 deste mês de março de 2017. Um inquérito será instaurado e tudo deverá ser apurado pela Polícia, para a constatação ou não de diversos crimes.

Segundo o depoimento da vítima, ela ao sair de uma escola na cidade de Paulistana, foi abordada pelo ex-namorado que a teria chamado para ir para a casa dele. Mas ela teria se recusado a ir, mas o namorado segundo ela, teria falado que se a mesma não fosse, iria lhe arrastar pelo cabelo até o citado local.

Ela sem opção, teve que subir na garupa da Motocicleta e seguiu até a casa. Que ao chegar no local o homem teria pego o celular da vítima e começado a ler mensagens que a mesma teve com amigos.

Logo após ler as mensagens o homem teria começado a lhe agredir com chutes, batido sua cabeça contra a parede, lhe dando um soco no rosto e a jogado no chão, causando-lhe lesões. Que após ser agredida fisicamente, o rapaz teria dito que se tivesse mais alguma conversa indicando que a vítima teria ficado com outro homem, ele a mataria.

Que foi mantida em cárcere privado das 20horas até às 10 horas do outro dia, permanecendo na casa contra sua vontade, sendo agredida e ameaçada constantemente. Que a violência só teria parado quando a moça não conseguia mais andar, daí teria sido levada, ao banheiro para tomar banho, momento em que desmaiou, voltando a si momentos depois.

O ex-namorado ao perceber os hematomas teria colocado gelo nas pernas da jovem e também teria lhe dado medicamentos contra a sua vontade.

Todas as afirmações dos parágrafos acima, são segundo, o relato da vítima às autoridades policiais.

Chegando o caso no Judiciário de Paulistana um Juiz determinou a proibição do ex-namorado de aproximar-se da garota por menos de 150m e de manter contato com ela.

Segundo a vítima, o namoro de 4 anos, teria chegado ao fim em dezembro de 2016.

Os dois, tanto o rapaz como a moça, são adultos.

Tudo está em fase de apuração, sendo que já existe está medida protetiva determinada pela Justiça, mas o juiz mandou em 20 deste mês de março de 2017 que a Delegacia de Polícia instaure um inquérito policial para a apuração dos diversos fatos narrados pela jovem.

Publicidade:

DIVULGUE A SUA EMPRESA E SEU EVENTO NOS CONTRATANDO!

BLOG DO EVANGELISTA

Fone: 89 99407-8908

Somos “O Jornalismo de Maior Responsabilidade do Interior do Piauí”

 

José Evangelista

Jornalista

MTB nº 1927/PI

evangelistapiaui@hotmail.com

Fone: 89 99407-8908 Whatsapp

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *