Home » Política » ‘É o pior ataque ao povo desde a ditadura’, diz presidente catalão

‘É o pior ataque ao povo desde a ditadura’, diz presidente catalão

Carles Puigdemont prometeu reação à possível intervenção de Madri

22/10/2017 18:41

O presidente regional da Catalunha, Carles Puigdemont, acusa o governo central de Madri e o primeiro-ministro, Mariano Rajoy, de organizar “o pior ataque às instituições e ao povo catalão” desde o fim da ditadura de Francisco Franco, encerrada nos anos 70.

Puigdemont, que defende a independência da região espanhola, falou que Rajoy desprezou a vontade popular, em alusão ao referendo do começo do mês em que 90% dos eleitores apoiaram a separação. A votação foi considerada ilegal pela Justiça.

Grupo organizou protesto pró-separação no sábado Gonzalo Fuentes/Reuters
Grupo organizou protesto pró-separação no sábado
Gonzalo Fuentes/Reuters

“Não podemos aceitar este ataque”, disse o governante catalão, acrescentando que pedirá ao parlamento regional um plano para decidir sobre a “intenção de liquidar” o governo que partiu do primeiro-ministro.

A resposta de Puigdemont ocorreu no mesmo dia em que Rajoy anunciou a aplicação do artigo 155 da Constituição, que permite a Madri dissolver o governo da Catalunha e convocar novas eleições.

A medida, aplicada pela primeira nos 40 anos da democracia espanhola, ainda dependerá da aprovação do Senado, na próxima sexta-feira (27). Porém, é esperada vitória do primeiro-ministro, que possui maioria.

Ontem, o líder catalão participou de uma manifestação que levou cerca de 450 mil pessoas às ruas em apoio à independência da região e em defesa dos direitos e das liberdades.

 

 

Fonte: R7, com agências internacionais

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *