Home » Geral » Ministro do STF afirma que A Força do Querer ‘glamoriza’ crime organizado

Ministro do STF afirma que A Força do Querer ‘glamoriza’ crime organizado

22/10/2017 17:10

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes declarou que a novela A força do querer, exibida pela Rede Globo, promove a glamorização do crime organizado. A fala foi realizada nesta sexta-feira (20), durante uma palestra na Escola Paulista de Magistratura, em São Paulo, ocasião em que o magistrado discursava sobre o papel do poder Judiciário no combate ao crime organizado.

201710201534388_Ministro do Supremo Tribunal Federal STF Alexandre de Moraes
Segundo ministro, novela apresentou “valorização” do tráfico. Foto: Agência Brasil

Na ocasião, o juiz afirmou gostar de acompanhar as produções da teledramaturgia brasileira e que deve assistir, nesta sexta-feira (20), ao capítulo final da novela de Gloria Perez. Em sua fala, no entanto, o ministro reservou críticas para a abordagem da produção, direcionadas, principalmente, no enredo da personagem de Juliana Paes, Bibi Perigosa.

“Mostra aqueles bailes funk, fuzil na mão, colarzão de ouro, mulheres fazendo fila para os líderes do tráfico, só alegria. Aí mostra a Bibi, que se regenerou, ela tentando procurar emprego e não conseguindo. Qual é a ideia que é dada? Que é melhor você não largar. Enquanto você não larga, você está na boa. É uma valorização”, criticou Alexandre, que já ocupou o cargo de ministro da Justiça.

Ele se referiu ainda à personagem Rubinho, de Emilio Dantas: “O líder do tráfico não é o benfeitor, que substituiu o Estado e dá as boas condições de vida. Ele fala: ‘ou você faz o que eu quero, ou você vai morrer’. É assim que funciona. Não é essa beleza, não”. Em entrevista ao Viver, a autora da novela, Gloria Perez, já havia rebatido as críticas sobre uma suposta exaltação do tráfico: “Quem diz isso nem sabe o que é glamour! A não ser que ache mesmo que viver debaixo de tiroteio e caçado pela polícia seja um estilo de vida glamoroso.”

Fonte: Viver/Diario – Diario de Pernambuco

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *