Home » Destaque » Vereadores vão votar doação do “Morro da Santa” para a Paróquia de Paulistana nesta terça-feira

Vereadores vão votar doação do “Morro da Santa” para a Paróquia de Paulistana nesta terça-feira

13/11/2017 23:45

Um terreno do Município de Paulistana que fica localizado em um morro e que está sendo realizada obras será doado para a Paróquia Nossa Senhora dos Humildes, se caso o ato for aprovado pelos Vereadores.

A doação é de iniciativa do Poder Executivo e vai acontecer se for aprovado pelos vereadores de Paulistana em votação que iniciará amanhã (14/11/2017) em sessão da Câmara Municipal.

Publicidade: DIVULGUE A SUA EMPRESA E SEU EVENTO NOS CONTRATANDO! – BLOG DO EVANGELISTA – Fone: 89 99407-8908 – Somos “O Jornalismo de Maior Responsabilidade do Interior do Piauí”

Na imagem temos uma base e que parece ter em cima uma estátua, o que muitos afirmam ser uma santa. Daí popularmente é chamada pelos moradores de “Morro da Santa”. Mas o nome oficial chamado pelo Poder Executivo é Morro do Massapê, assim está no citado Projeto 009/2017 que será votado amanhã no Legislativo Municipal.

Vários funcionários da Prefeitura e Secretários Municipais costumam está no local principalmente o Secretário de Obras Moacyr Allexy.

No local está sendo realizadas obras, que além da base com estátua, tem piso, grades de proteção e iluminação [a noite]. O morro para ficar um pouco plano foi colocado aterro. Por cima do aterro foi colocada uma camada de brita solta.

O cenário mas parece um ambiente para pessoas que vão fazer adorações, parece um lugar para fiéis de alguma religião. Um ambiente é um cenário perfeito para à adoração.

O Morro da Santa é o tema mais polêmico do momento e vem chamando à atenção de várias denominações religiosas e simpatizantes da oposição ao governo municipal. O que gerou uma discussão em que uns chegam a defender que o patrimônio público sendo entregue a Paróquia, feria a Constituição Federal, no item que diz que o Estado Brasileiro é laico, ou seja, não poderia beneficiar uma religião. Já para outros, há concordância e aprovam sim o benefício a Igreja Católica.

Desde o início das obras que estão sendo realizadas que muitos visitantes vão ao local. O local atualmente se tornou um ponto turístico, muitas pessoas estão indo ao local e fazem fotos.

Quem vai vencer essa “queda de braço”? Qual será o final desta história? O Município está certo ou errado em fazer a doação?

José Evangelista – Jornalista – MTB nº 1927/PI – jose@blogdoevangelista.com.br – Fone: 89 99407-8908 Whatsapp

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *